Óxido Nítrico – Princípio rendeu Prêmio Nobel a cientistas em 98

0
114

O que um poluente comum do ar, um perigoso explosivo e o Prêmio Nobel têm a ver com o Viagra? Tudo. Em 1998, quando o Viagra foi lançado, três cientistas dos EUA faturaram o Nobel de Medicina por descobrir que o óxido nítrico (NO), gás presente na fumaça das metrópoles e na nitroglicerina, desempenha funções no organismo humano -como o controle da ereção.

Ferid Murad, Louis Ignarro e Robert Furchgott demonstraram que o NO funciona como neurotransmissor, ou seja, um carregador de mensagens químicas entre as células nervosas.

Ignarro descobriu que os neurônios que enervam os vasos sangüíneos no pênis usam o óxido nítrico como neurotransmissor. Ali, estimula uma proteína chamada guanilil-ciclase a formar o GMP-cíclico, molécula que estimula o relaxamento dos vasos sangüíneos no corpo cavernoso para que eles possam se encher de sangue -e causar, assim, a ereção.

O Viagra e outras drogas, como o Cialis e o Levitra, impedem a degradação do GMP-cíclico nas células, potencializando a ação do óxido nítrico.

https://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff2805200506.htm#:~:text=Em%201998%2C%20quando%20o%20Viagra,como%20o%20controle%20da%20ere%C3%A7%C3%A3o.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.